Logo
Dicas > 5 erros cometidos na construção civil
5 erros cometidos na construção civil
Um breve resumo de 5 dos erros mais comuns na construção civil e algumas dicas para solucionar facilmente.
Cb image default
1. Suicídio estrutural

a) Os ferros longos das vigas e baldrames não cruzam as colunas, isto é, os ferros longos são cortados a menor, cujos comprimentos não adentram nas ferragens das colunas e quando adentram não tem suas pontas dobradas, gerando futuramente rachaduras das paredes

b) Pior ainda, as vigas são seccionadas pela tubulação da drenagem pluvial.

Isto é, por onde passa a tubulação pelas vigas ou colunas visando o escoamento das águas da chuva, as vigas e colunas perdem 90% da sua capacidade de sustentação, de vez que o local ali citado fica oco • Esta prática é condenada pelos experts em cálculos estruturais.

Cb image default
2. Impermeabilização das vigas baldrames

Em regra, os baldrames são impermeabilizados corretamente, mas, depois de alguns anos a umidade estará subindo pelas paredes, porque?

Porque, por ocasião do reboco das paredes, as laterais dos baldrames foram rebocadas simultaneamente, unindo desta forma, a parte de cima do reboco à parte de baixo. Assim sendo, a umidade subirá nas paredes através do reboco

Cb image default
3. Calhas e tubulação para capitação das águas pluviais

a) 90% dos engenheiros não sabem calcular a bitola das calhas e tubulação para escoamento das águas pluviais.

b) Consequentemente, os construtores fazem tudo na orelhada. É por isso que 90% dos prédios e casas tem problemas de goteiras por todo lado, principalmente aqueles, cuja área construída esteja acima de 200 m².

c) A tubulação que mais dá problemas é a horizontal locada na base da obra, cuja dimensão inferior a necessária estrangula as águas capitadas pelas calhas e tubulações verticais.

DICAS: Calcular a bitola das calhas e tubulação levando em conta os seguintes das dados básicos:

A maior chuva dos últimos cem anos = 240 ml/hora = 0,067 ml/s por m²;

Capacidade de escoamento de um tubo de 100 mm na horizontal = 3,4 ls/s. ou calha com a mesma dimensão, ou seja, √¯(5 cm² ) x π = 8,86 x 8,86 cm;   

Na vertical o escoamento é igual ao dobro em relação a horizontal

Aumenta-se em 100% a capacidade de escoamento pela calha, quando as saídas, em forma de trapézio ou cone, tem o dobro do diâmetro da tubulação vertical.

Cb image default
4. Cobertura com telhas de aço

a) O erro começa na fabricação da estrutura metálica. Nas extremidades das tesouras os serralheiros não deixam a cavidade adequada para a colocação das calhas, ficando estas limitadas a altura da terça, o que impossibilita a colocação de calhas com a dimensão correta

b) Pior ainda, a distancia de cada terça gira em torno de 1,20 mts de largura. Por ocasião da colocação das calhas ou outro serviço qualquer em cima do telhado, sempre trabalhador pisa sobre as telhas, provocando seu amassamento, o que gera uma curvatura das mesmas, que propicia o vazamento das águas pluviais.

DICAS:

• Entregar ao serralheiro um desenho das tesouras, destacando os degraus nas suas extremidades destinados a colocação das calhas;

• Colocar mais uma terça entre as duas existentes, que ficam paralelas às calhas.  

Cb image default
5. Pedras, bitolas e proporção do concreto

a) Em regra, a medição das pedras, areia e cimento é feita usando a pá ou a carriola. Este método estrangula a proporcionalidade do concreto, porque a quantidade da areia na pá ou na carriola varia de acordo com sua umidade, além de outros erros devido a falta de concentração do peão na contagem das pazadas

b) Quanto maior for a bitola das pedras, maior será a resistência do concreto. Contudo, o que se vê nas construções é o uso de pedras miúdas neste sentido. Pior ainda, o correto é que a proporção de pedra seja maior em relação a de areia, mas, o que se verifica na pratica é o inverso.

DICAS:

c) Usar caixas como medidas. Aliás, este é um fator de aumento da produtividade, de vez que, enquanto um cuida da betoneira o outro peão estará enchendo as caixas;

d) Por m³ de concreto para lage ou vigamento, usar 850 lts de pedra, 650 lts de areia e 06 sacos de cimento. Cada saco de cimento tem 36 lts.

Este artigo foi cedido gentilmente pelo Drº Antonio Migliorini 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.